segunda-feira, 6 de junho de 2011

Test-drive pra namorado, Clássico dos anos 80 versão 2011, etc.....

Test-drive de namoro

Uma das coisas que mais eu gosto de fazer é bancar o cupido e formar casais entre amigos meus. Em março, botei fogo pra dois amigos, Leandro e Antônio, ficarem. Achei que eles tinham a ver, q seriam um casal bonito, complementar.

Deu certo: eles ficaram e começaram a sair. Estava tudo ótimo, cama boa, gostos em comum em música, exposições, um conheceu os amigos do outro...

Então eu viajo, fico um mês fora, volto, e eles ainda estão no mesmo nhém-nhém-nhém: continuam saindo, transando, gostando de estar um com o outro....mas não são namorados. Leandro claramente quer, Antônio fica em cima do muro.

Acho estranho. O que é isso? "Vou levando pra ver se aparece alguém melhor no meio do caminho"? Medo de que dê errado depois? Medo de que dê certo? (isso não é incomum)

De qualquer maneira, Leandro me pede uma opinião e eu digo que eles tem q se decidir...porque acho injusto criar expectativa pra de repente um virar e dizer "não era isso, conheci um outro cara, té mais".

Dois ou três meses de nhém-nhém-nhém acho que é tempo suficiente pra saber se vc está afim da pessoa ou não, se gostaria de namorar com ela ou não.

Ficar em cima do muro acho uma sacanagem com o sentimento do outro. O outro fica ali, na prateleira, esperando você se decidir?

Decida e assuma sua decisão.

Minha opinião clara é: se em 3 meses vc ainda está na dúvida (com milhares delas), essa relação não vai pra frente....

Vamos ser homens aqui e assumir.


A destruição do clássico do terror dos anos 80

O meu filme predileto dos anos 80 teve uma refilmagem que estreará em agosto nos EUA, bem na época em que (até que enfim) devem lançar o Blu-ray do original, pra aproveitar o hype: A Hora do Espanto.

Pelo trailer, fiquei desolado. Por mais que eu adore o Colin Farrell e o ache um dos maiores símbolos de virilidade da atualidade, o personagem Jerry Dandridge é mais charmoso que viril. Mais sedutor que garanhão. Muito mais Chris Sarandon do que Colin Farrell. Quem viu sabe do que estou falando.

As casas onde os personagens moram no original também contribuem pro clima soturno do filme: enormes, isoladas, escuras...as casas de agora, bem menores,bem iluminadas, no meio da rua com um monte de outras em volta dão um ar totalmente diferente.

(A casa era tão importante pra história que aparecia com destaque até no pôster do filme de 1985, como vc vê aqui)




Obviamente vou assistir ao novo, também por ser em 3D. Mas acho que infelizmente não chegará a 1/10 do clássico.

Compare o clima:






Ensaio de moda com casais gays - ousado, pero no mucho

Viu no caderno ELA, do jornal O Globo de sábado? Eu acho esse caderno de uma futilidade só (dá uma tristeza...), mas de vez em quando (muito de vez em quando) eles dão uma dentro.

Mas os casais nem se encostam. Só um ao lado do outro, tipo "esse é meu amigo".


iPhone pro povão

Tod mundo falando da promoção da TIM que dá um iPhone 3GS de 8 GB por R$ 133,00 ao mês. É basicamente os R$ 1.000,00 do preço do aparelho dividido em 12 parcelas de R$ 83,25 mais o resto do valor que seria a franquia de minutos. Não entendi ainda direito, mas parece que o pacote de dados é à parte, por R$ 29,90/,mês.

Li no jornal que a loja da TIM no Complexo do Alemão esgotou o estoque em dois dias e já tem até fila de espera pelos aparelhos...


Um velho com o jornal no iPad

Estou com 35 e cresci lendo jornais e livros segurando-os fisicamente. Estou com certa implicância de ler o jornal nosso de cada dia no iPad ou mesmo no desktop tradicional. No iPhone não dá mesmo.

Mas estou querendo mudar isso. Mandar a entrega do impresso pra minha mãe e passar a ler online o exato conteúdo da versão tradicional, que está disponível nos aplicativos....De repente é questão de estabelecer um hábito, apenas.

Mergulhe na Veja online

Ainda falando de notícias, sabia que a Veja disponibiliza todas as suas edições anteriores online e (o que é melhor) de forma gratuita? Dá pra ler tudo aquilo que te interessa, apenas acessando o Acervo Digital deles.

Perdi a matéria de capa falando do bom-mocismo do Luciano Huck há uns meses atrás e é lá mesmo q vou buscá-la.


Filmes que tenho visto:

- Lendas da Paixão, em Blu-ray

A belíssima fotografia ficou deslumbrante com a qualidade HD do Blu-ray. O disco vem ainda com duas faixas de comentário, do diretor com o Brad Pitt e da produtora com o diretor de fotografia. Pelo menos no BD americano é tudo legendado em português. E que trilha sonora sensacional é aquela, sempre me emociona, desde 1994.


- Prayers for Bobby, em DVD

Clássico dos filmes de temática gay, comprei original na Amazon, valeu muito a pena. Tá a preço de banana. Escrevo mais sobre ele depois.


- Rafinha Bastos - A Arte do Insulto, em DVD

Assisti ontem ao stand-up comedy do Rafinha do CQC....achei mais ou menos. Sou chato pra rir, só rio mesmo se o negócio for bem inteligente ou bem sacado. Acho q eu ri umas duas ou três vezes no máximo.


Séries que tenho visto:

- Episódio 10.5 de Smallville -
 Tá insuportável, mas eu vou chegar até o fim dessa décima e última temporada. Afinal nesse episódio ele contou pra Lois Lane que é o "Blur"......Mas a temática toda egípcia de Ísis encarnando na Lois foi de querer se jogar do topo do Luthercorp.....

- Episódio 1.4 de Afterlife -
Série inglesa sobre médiuns e espíritos, muito bem recomendada, também tá a preço de banana, vale muito. E ainda tem aquele cara maravilhoso do The Walking Dead, Andrew Lincoln. Ela é médium, ele é psicólogo. Tá, vc já viu isso milhares de vezes (Arquivo X, Bones, etc...) mas mesmo assim essa é bem legal. Olhe o trailer aqui:



- Episódio 1.9 de The Killing -
Série de suspense recomendadíssima pelo Segundo Caderno no Globo, tô adorando...falta pouco pra descobrir quem matou Rosie Larsen.......(termina no episódio 1.13)


p.s. True Blood volta agora em junho pra quarta temporada. Ah, Alcide, o lobisomem saradaço também volta...vc vê um pouco dele nesse segundo teaser.... ;)






2 comentários:

Cara Comum disse...

Sobre o teste drive de namoro eu acho que é palhaçada... Já deu pra perceber, né, minha gente!! Como dizem: "ou caga ou sai da moita"...

Sobre os filmes de terror, nem gosto muito. Acho um tipo de filme bobo. Sou mais um suspense...

Sobre o ensaio de moda com casais gays, não sei o que pensar... Primeiro pq não vi, segundo pq é um ensaio de moda, né?? Nesse tipo de ensaio nem sempre o casal hetero parece interagir entre eles... Então pode ser uma coisa proposital... Sei lá...

O resto deu preguiça de comentar, principalmente sobre a Veja... Preguiça ao quadrado...

Abraços!!

Eduardo disse...

Diego,

No "Test-drive de namoro" você estava indo muito bem, mas no finalzinho mandou "Vamos ser homem aqui...".Isso para mim é a maior expressão machista que já existiu.Tomar decisões em momentos de crise não é sinônimo de ser homem, ter colhões, ser macho.É muito comum, quando se quer humilhar alguém, dizer-se logo:Seja homem... . Quanto ao iPad, vejo como a TV em relação ao rádio.Uma coisa não anula a outra. Eu tenho facilidade para ler na tela, mas acho muito mais prazeiroso ler jornal em papel.Acho que os dois continuam ainda muito tempo. Em relação ao Rafinha Bastos, eu não gosto dele e da turma que segue os mesmos standards de politicamente incorreto.Isso está ficando muito chato porque privilegia a falta de educação e a grosseria, não tem graça nenhuma.Gente como Costinha,Jô,Chico Anysio, sempre fizeram piadas com judeus, homossexuais,mulheres feias, mas eu não me lembro de ofensas, mau gosto.Essa turma de agora só têm mau gosto.